Featured Slider

Busy as a bee: dias corridos e cheios de doçura


Depois de tanto tempo voando por aí e estando longe da minha casinha/colmeia/jardim que é o Twee, eu finalmente voltei cheia de histórias para contar sobre todas as flores que eu visitei. Eu não planejava ficar polinizando longe daqui no mês de agoto, mas um projeto acabou aparecendo e ocupando todo o meu tempo, afinal, assim com o mel das abelhas, as coisas boas demoram tempo para serem feitas. Mas cá estou eu, em pleno setembro, trazendo um pouquinho do que eu fiz durante esse tempo que estive fora.  


No início do ano fiz algo que eu queria ter feito já um bom tempo, eu revelei alguma das minhas fotografias pela primeira vez! Sempre quis ter fisicamente algumas das minhas fotos preferidas que já tirei, fotos dos momentos mais queridos para mim. Ter fotos impressas em um tempo em que tudo é online é tão mágico! Ter as recordações, os momentos doces da vida em um pedaço de papel é tão diferente... Mas dessa vez eu estava querendo imprimir algumas das minhas fotografias com outro objetivo... 


Sortear! Eu já fiz dois sorteios aqui no twee para retribuir todo esse amor que recebo por aqui, mas percebi que nunca fiz nenhum pelo instagram, outro local em que sempre recebo tantas palavras gentis! Então eu me planejei e decidi que em abril eu iria tentar agradecer através desse gesto pequenino.  A minha vontade mesmo sempre foi poder dar um abraço sempre que recebo uma mensagem linda, mas como a distância não ajuda, tive que pensar em outras formas.


No dia 30 fiz o sorteio no instagram para retribuir um pouco de todo o carinho que eu venho recebido por lá de tanta gente.  O presentinho eram 5 fotografias tiradas por mim, reveladas em papel premium fosco de 230g em formato polaroid, cortadas à mão, embaladas com muito amor junto com uma cartinha escrita por mim. 

As polaroids das fotos não foram as que eu enviei, essas eram apenas as de teste e também para fazer a foto do sorteio. As que eu enviei infelizmente não tive tempo de fotografar, já fui embalando para enviar nas cartinhas e elas chegarem o quanto antes! 



Acabou que com toda a correria do mês de abril, eu esqueci que o resultado do sorteio saía dia primeiro de maio e só fui me lembrar no final do dia, mas felizmente deu tempo de sortear aleatoriamente as três pesssoinhas que iriam receber em casa as mini fotos. As ganhadores foram a Renata, Elza e Ana Carolina. 

Passei um bom tempo cortando as polaroids com estilete com muito cuidado e como estava um pouco atrasada, tive que decorar as cartinhas as pressas com as coisinhas que eu já tinha em casa. Ficou bem simples, mas ainda sim fofo.

 

Felizmente eu já tinha três envelopes de carta por aqui, um lavanda, um creme e outro branco. Eu os decorei com o que mais gosto: plantinhas, cogumelos e polinizadores.








Estava com saudades de partilhas minhas cartinhas por aqui (tanto as que recebo como as que envio). A categoria Sr. Carteiro ainda ficar cheia de cartinhas, pois já tenho uma lindinha para mostrar. Infelizmente eu tenho estado muito atrasada com as minhas cartas, quero tanto colocá-las em dia. Quero também deixar registrado por aqui com mais frequência os envelopes decorados que eu envio. 




Esse ano eu ainda não tinha saído para explorar e aproveitar a natureza! Pela primeira vez em quatro anos eu fiquei 7 meses sem ir no jardim botânico ou no parque daqui (que estava em obra). Felizmente em agosto eu voltei com toda a alegria do mundo e fui no parque zoobotânico quatro vezes em apenas um mês! Foram quatro visitas muito felizes e estou com algumas fotografias e surpresas alegres que tive nesses dias para compartilhar em um post futuro aqui no twee que já está em andamento! 


A verdade é que eu estou cheia de fotos para editar, posts para escrever e publicar, ideias para serem postas em práticas, receitas para fazer, projetos para costurar, bordados para bordar, livros para ler, mas sinto como se eu estivesse em uma corrida contra o tempo. Como eu já escrevi no título, os dias tem sido corridos, mas cheios de doçura. Eu gostaria tanto que o dia tivesse mais do que 24h, acho que assim eu daria conta de tudo (ou talvez não. rs) 

Mal posso esperar para pôr os estudos de artes e de francês em dia. Estou muito animada e motivada para aprender cada vez mais! Estou lendo o livro Le plus petit baiser jamais recensé do escritor Mathias Malzieu e estou achando bem divertido. Espero que esse seja apenas o primeiro de muitos livros em francês que eu lerei esse anos. 

Falando em ler, eu estou com dois posts de livros em rascunho que preciso terminar de escrever para poder finalmente criar uma categoria aqui no Twee destinada a um dos meus maiores prazeres: ler. Já tirei as fotografias, só falta eu editar e encher os posts de palavrinhas. Mal posso esperar para finalmente inaugurar esse cantinho de leitura por aqui. 



Eu já estou com uma ideia para o próximo sorteio que irei fazer que irá acontecer daqui a alguns meses e neste post eu usei a palavra do que irá ser sorteado, você pode imaginar o que vai ser? hihi 


Espero que tenham gostado deste post aleatório! Muito obrigada por todos os comentários na postagem da tag de outono que eu criei. Vou respondê-los aos poucos com carinho e um sorriso enorme no rosto.

O próximo novo post irá sair no dia 22 de setembro. 
E depois deste terá um outro post novo no dia 29 de setembro.   

Dossiê: uma caneca quentinha & perguntas sobre o outono




Eu gostaria de ter publicado este post no equinócio de outono para desejar boas vindas a esta estação tão acolhedora, mas só comecei a escrevê-lo no último dia do mês de março e depois de vários imprevistos, cá estou eu em abril tentando encaixar um pouco da essência outonal presente nesses meses nesta postagem, através de fotografias e palavras que me fazem pensar nesta estação tão bonita.

Para isso, pensei em criar pela primeira vez uma tag que pudessem refletir um pouco da magia desse equinócio. Então é hora de pegar um cobertor, uma caneca quentinha de chocolate quente, chá ou quem sabe café com leite... o que você preferir e se aconchegar para começar a ler as perguntas e sinta-se livre para respondê-las também! 


Na cidade em que moro não existe outono, ou melhor dizendo, não existe de verdade nenhuma outra estação a não ser o verão, mas isso não me impede de comemorar os equinócios e solstícios, nem de imaginar como seria ter de fato cada estação do ano. Eu vivi poucos outonos, poderia até contar nos dedos, mas não lembro deles pois era pequenina demais. Mas gosto de pensar que há muitos que poderei apreciar no futuro. Então não desanime caso não haja outono onde você mora, pois mesmo eu mesma não tendo esta estação por perto de mim, eu penso nela com carinho e as minhas respostas serão baseadas no jeitinho em que eu imagino o outono :)




{Bússola} se o outono fosse uma moradia, qual ele seria? 

Seria uma cabana no meio de uma bosque com carvalhos, sequoias, maples, pinheiros e animais. 

{Lupa} o que você acha que as fadas do outono fazem na estação?  

Ajudam a abrir as pinhas, pintam as bolotas de carvalho de marrom, fazem as últimas folhas caírem, e sussuram no ouvido de alguns esquilos que estão em dúvida, quais os melhores lugares para estes enterrarem suas nozes e bolotas para o inverno. 

{Vela} quais cheiros te lembram ao outono?

O cheirinho de cappucino, lenha, terra molhada, canela, chocolate amargo e pinhas. 



{Mapa} o que você levaria na sua mochila para passear durante uma tarde no outono e para onde iria?

Lápis de cor, um livro de identificação de cogumelos ou pássaros, estojo de aquarela, um sketchbook e um caderno para colocar as folhas que eu poderia achar no caminho. Eu iria para a biblioteca, em um dia chuvoso e para um parque em um dia nublado ou ensolarado. Se houvesse por perto uma floresta, caminharia por ela e no final pararia em uma cafeteria para tomar um chocolate quente para me aquecer.

{Dó ré mi} Cite uma música e instrumentos que te lembram a estação

You already know - bombay bicycle club, esta música também me lembra a chuva e por coincidência, está chovendo enquanto escrevo este post! Violino e violoncello, ambos instrumentos lindos que combinam com o outono.

{Feche os olhos} se o outono fosse uma pessoa, como esta seria? 

Seria alguém gentil, com voz aveludada e acolhedora. Teria sardas no rosto, ombros e braços e uma risada alegre que deixaria traços de saudade. Teria espírito livre e cheirinho de chá de canela.  




{Cesta de palha} cite três coisas que você levaria para um piquenique de outono. 

Pequenos pães de abóbora, cookies de aveia com gotas de chocolate e cinnamon rolls

{Dicionário} cite algumas palavas que te lembram ao outono: 

Pumpkin, nozes, gengibre, oak, canela, aconchego ...

{Guarda-roupa} o que você teria em seu guarda-roupa de outono?

Meias 7/8 de algodão bem fofo, oxford marrom e alguma bota verde musgo ou caramelo para caminhar em florestas. Vestidos com gola peter pan, boinas e cardigãs quentinhos.  

{Pegadas} quais animais te lembram ao outono?

Corujas, esquilos, ouriços-terrestres, raposas, ursos...



{Pirlimpimpim} se pudesse criar um feitiço de outono, qual nome este teria e o que ele faria?

arbrétoile: se feito corretamente perto de folhas já caídas no chão,  iria fazer com que estas ficassem flutuando no ar, como se estivessem paradas no tempo quando estavam caindo das árvores, antes de tocarem o solo. 

Pensar em um nome foi um tanto difícil, mas acabei juntando as palavras francesas "arbre" (árvore) e "étoile" (estrela) por achar que a pronúncia dessas duas palavras juntas possui um toque mágico e a escrita também. Talvez as folhas flutuando no ar lembram um pouco as estrelinhas penduradas no céu... Como é uma palavra inventada, não tem como eu mostrar a pronúncia dela aqui, mas aqui estão os áudios das duas palavras sendo pronunciadas separadamente:

{Biblioteca} cite um livro cuja a capa e algum pedaço da história te lembre ao outono: 

Pax, a capa é em tons terrosos e tem ilustrada a raposa da história. O livro conta a história de Peter e Pax, a raposa que ele resgatou ainda filhote. Como muitos capítulos se passam na floresta mostrando o ponto de vista da raposa, o ambiente me lembrou um pouco o outono, por mais que não se passe nessa estação. O livro é um tanto tristonho, eu li há alguns anos atrás quando foi lançado...  

{Giz de cera} cite cores que te lembram a estação e dê nomes para elas

bolinho de chuva • latte  cozy   pumpkin
cinnamon   autumn  maçã do amor   chocolate
bosque  fôret  • musgo • erva doce 
muffin de amora • maple syrup


Esta foto com eu pulando voando me fez lembrar de Peter Pan, pois parece que encontrei um pouquinho de pixie dust e decidi ir pela primeira vez para a terra do nunca hihi... Aliás, as fotografias  que usei para ilustrar este post foram tiradas em julho do ano passado no Jardim Botânico de Curitiba (sim, vou fazer um post sobre o jardim ainda!), no meio do inverno, onde achei esse cantinho cheio de folhas tão gracioso e fui correndo brincar com as folhinhas. Passei bons minutos sentada ali me divertindo e jogando as folhas para cima  



Espero que tenham gostado do post!

 Já é outono na cidade de vocês?


Muito obrigada pelas palavrinhas deixadas para mim nos comentários do post passado,
já respondi todos eles com um sorriso no rosto