Pot-pourri: pequenas mudanças (aquarela, arco e flecha, francês...)


Pensei que nada seria mais apropriado do que começar mais um ano novo no twee trazendo uma postagem-diário, então decidi fazer mais um tão adorado pot-pourri, visto que o primeiro que fiz por aqui já está muito antigo e tenho muitas coisas novas para contar e consequentemente, atualizar. Espero que quem estiver lendo esse post sinta-se como se estivesse em um agradável e esperado chá da tarde para ouvir as novidades depois de alguns anos sem ter notícias... 

Eu havia compartilhado alguns pedaços do meu dia que envolviam tiro com arco, aquarela, bordado, francês, costura e felizmente continuei nutrindo com carinho muita dessas coisas que tanto amo e outras tive que me despedir por enquanto. Como de costume, tentei encaixar tudo que pude nesse pote post que se fosse transformado em um verdadeiro pot-pourri, teria cheirinho de capim limão, lavanda, rosas e laranja.


Continuo a aquarelar, infelizmente não tanto quanto gostaria, mas já fiz alguns pássaros, esquilos, coelhos, cervos, flores, folhas de outono nesse último ano. Esse ano quero chegar ao fim dos meus tubos de tinta da pentel que foi o que eu usei na ilustração acima (o estojo da von gogh foi só para a foto, mas já testei ele e amei) quero focar mais nos meus estudos de aquarela. Também gostaria de começar a criar o hábito de desenhar com mais frequência apesar de não ter nenhum sketchbook e aos pouquinhos eu espero que desenhar e aquarelar façam parte do meu dia-a-dia. 


Achei uma coincidência fofa que a última aquarela que mostrei por aqui foi de um cervo também! Eu fiquei tão apaixonada por este pequeno bambi que pintei junto com os trevos e snowdrops que não pude deixar de tê-lo aqui no twee, então escaneei a folha de aquarela, tornei o fundo transparente, fiz algumas modificações aqui e lá e o pequenino já está decorando um cantinho do blog. Agora tenho uma pequena borboleta, brotos, um cervo, flores e trevos morando no twee...

No primeiro pot-pourri eu partilhei que havia começado a bordar pela primeira vez na vida e estava encantada com essa forma de arte e de expressão. A possibilidade de criar com apenas um pouco de linha de meada e uma agulha me encanta, por isso sou apaixonada por arte, poder criar com tão pouco, seja na pintura, cerâmica, na costura, no bordado, é algo puramente mágico para mim. Bom, desde que bordei pela primeira vez uma simples frase tão querida para mim, nunca mais quis parar de bordar e a cada dia quero fazer testar os mil pontos de bordados que existem por aí! Adoraria experimentar também algum dia o needle painting, a técnica de bordado de pintura com linha, apesar de ficar receiosa de acabar achando entediante, eu espero que eu me surpreenda com esta técnica tão linda!. 

Confesso que uma das coisas que mais amo é a possibilidade de bordar em roupas! Tornar qualquer peça de roupa única com apenas alguns pontos simples de bordado feitos à mão é tão maravilhoso... Eu tinha uma jardineira cor de pêssego com bolsos e imaginei que não havia um lugar mais ideal para flores crescerem. Foi extremamente difícil bordar em jeans grosso (muitas agulhas foram quebradas no processo), mas muito recompensador no final, pois amei ter margaridas e tulipas florescendo na minha jardineira. No momento estou querendo costurar e bordar golas peter pan, se tudo der certo, algum dia estarei mostrando por aqui!  


Eu tinha acabado de começar a estudar francês quando escrevi o primeiro pot-pourri, dois anos e alguns meses se passaram e eu continuo tão apaixonada por esta língua como antes! Decidi comprar alguns livros franceses no sebo e amei ler em outra língua que não fosse o inglês, me diverti tanto lendo que ano passado decidi só ler livros em francês. Também já vi dezenas de filmes francofónos e foram tantos que confesso que não lembro o nome de todos (mas tentei lembrar e fiz uma lista dos meus preferidos no listography). Como estudo sozinha e faz algum tempinho desde que a última vez que sentei para fazer testes, esse ano quero me concentrar em fazer mais exercícios e praticar mais a escrita.

A última música que recomendei por aqui no primeiro pot-pourri que fiz foi de quoi te plaire , da pomme, uma das minhas cantoras francesas favoritas. confesso que foi um tanto tentador não colocar outra música dela aqui, principalmente depois que ela lançou o segundo álbum dela (minhas preferidas do álbum são 1997 e pourquoi la mort te fait peur). Mas dessa decidi escolher uma canção de outra artista, a Emilie Mover, canadense e compositora dessa canção que roubou o meu coração nos primeiros segundos: Prêt-à-porter



Como contei por aqui, eu ganhei uma máquina de costura e pude começar a minha tão sonhada jornada de aprender a costurar, não tenho palavras para descrever a minha felicidade quando mergulhei nesse tão desejado mundo da costura que é tão cheio de possibilidades. Comecei estudando tudo gradualmente, desde tipos de acabamentos à costura de peças simples como de saia circular até modelagem. Aprender a teoria é a minha zona de conforto, amo ler, estudar, mas a prática é sempre o meu ponto fraco quando o assunto é criar, me falta um pouco de coragem de começar e fazer, infelizmente sou muito perfeccionista e os medos me paralisam, mas estou trabalhando nisso.  

Então decidi começar fazendo pequenas costurinhas com retalhos de tecidos (fiz muitos laços) e como estava construindo aos poucos o meu guarda-roupa de brechó, eu acabava fazendo pequenas alterações como trocar o zíper de uma saia por cintura de elástico, diminuir o comprimento de algo e refazer a barra por conta de alguma avaria, entre outras coisas. Como as peças eram de segunda mão e não um tecido lindo que comprei, eu me sentia mais tranquila caso cometesse erros e assim fui aprendendo e ganhando mais segurança e confiança nas minhas habilidades. Acabei chegando a transformar algumas peças mais drasticamente e foram processos tão divertido e recompensadores no final que já estou com mais duas peças para transformar e estou tão animada para começar!


É com muita saudade que escrevo que tive que me despedir do tiro com arco por enquanto.  Passei dois anos inteiros vivendo o meu sonho de aprender a usar um arco e  a atirar flechas a várias distâncias, mas infelizmente com a pandemia e mudanças de planos, no ano passado me despedi do meu arco e tive que dizer um "até logo" a esse esporte que roubou o meu coração. O tempo passa tão rápido que eu às vezes nem acredito que passei dois anos no arco e flecha treinando com o meu professor, um senhor francês, atirando na chuva ou me escondendo do sol, tudo isso do lado de um campo verde cheio de passarinhos. 

Queria muito ter tirado mais fotos na época para hoje ter de lembrança dos dias de treino, tanto os ensolarados como os chuvosos, mas só tenho algumas raras fotos e vídeos com este amarelinho que foi o meu arco de iniciante, não tenho sequer uma única foto com o meu antigo arco-companheiro que foi a minha dupla durante um ano e meio. Sinto tanta falta do tiro com arco! Espero que na próxima vez que eu tenha a chance de voltar a praticar, eu possa realizar o sonho de ter um arco de madeira e continue a atirar ao ar livre, se possível nas sombras de árvores. Sou eternamente grata aos dois anos em que o meu sonho de aprender o tiro com arco se tornou realidade e foi ainda melhor do que eu poderia ter imaginado. 



Fiz algumas pequenas mudanças visuais no twee e não poderia estar mais encantada com a carinha atual do blog, já fazem alguns anos desde que não troco o layout por um outro completamente diferente pois não sinto essa vontade, tenho muito carinho por este layout e só tenho feito algumas mudanças aqui e lá (como trocar cor da borboleta, do título, do menu e refazer as páginas do blog) e tenho ficado cada mais feliz com o meu cantinho. 


Na sidebar agora estará sempre alguma "arte inspirada" que algumas pessoas fofas fizeram usando alguma das minhas fotografias como inspiração. A atual que está é a da malipi e sempre o nome da artista estará na legenda e se você clicar na ilustração, irá direto para o instagram para conhecer mais artes lindas por lá.  Eu devo trocar em alguns meses as ilustrações para que todas as artes tenham a chance de ficarem expostas por um período por aqui. Eu vou amar ter elas sempre aqui no twee, eu me sinto tão lisonjeada cada vez que alguém se sente inspirado o bastante em alguma fotografia minha para transformar em arte...


Esperam que tenham gostado deste pot-pourri!

Obrigada pelos comentários no post passado, já respondi todos. 

 

14 comentários

  1. Oi, Mel! Conheci o seu cantinho recentemente, e é sempre muito inspirador ler textos e saber um pouco sobre o dia de quem tem tantos gostinhos e interesses em comum. Eu também tenho problemas com perfeccionismo, cobro muita perfeição das coisas que faço, e esse é um dos motivos pelo qual eu quase não desenho hoje em dia, mas pretendo mudar isso em breve... Seu bambi ficou uma gracinha, e deixou o seu layout ainda mais lindo. Suas florzinhas bordadas também ficaram super lindinhas, acho bordado incrível também, e pretendo começar a testar bordado livre ainda esse ano, sempre me mantenho na zona de conforto do ponto cruz. Fiquei triste ao saber que você precisou dar um tempo com o arco e flecha, mas tenho certeza que em breve você poderá voltar a praticá-lo.
    Um abraço ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, chuchu! Eu nem sei o que lhe dizer sobre esse comentário tão querido, ele colocou um enorme sorriso no meu rostinho.
      É uma luta diária com o perfeccionismo, eles nos paralisa e acaba fazendo com que nós não nos aventuremos, e consequentemente, não florescemos. Temos que ir contra a maré e persistir! Até porque, errar também é aprender. Espero que você volte a desenhar :)
      Awn! Fico muito feliz em saber que você achou que ele deixou o meu cantinho mais bonito e que gostou das flores bordadas! Eu acho muito mais simples bordado livre do que ponto cruz, aposto que você iria adorar. haha

      Muito obrigada por suas palavras
      Abraços floridos ♡

      Excluir
  2. Oi Mel!! Adorei o post, me inspira muito ler seus textos, ver suas fotos e toda arte que cria. Tenho pensado muito em criar um blog, espero que esse ano consiga tirar esse desejo do papel. Ano passado comprei aquarela e comecei a pintar pela primeira vez mas faz uns meses que acabei deixando esse hobby de lado por causa da faculdade. Vendo suas pinturas lindas me animei a voltar a pintar! Um beijo, Mel. 💛

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nathani! Poxa, fico tão feliz em ler isso que você nem imagina!
      Cria sim, chuchu, aposto que você irá adorar ter um cantinho só seu na internet, blogs são únicos.
      Oh, como não sorrir ao ler algo assim? Fico tão contente em saber que você ficou animada a voltar a pintar com aquarela com o meu post, por favor, não deixe de aquarelar.
      Abraços para ti! ♡

      Excluir
  3. Ah! Acabei de conhecer seu blog! Que layout lindo e que ilustrações maravilhsas. Um deleite =^-^= Nada mais lindo do que a natureza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que alegria receber um comentário tão gentil como o seu, muito obrigada pelo carinho!
      Certamente não há nada mais lindo do que a natureza!
      Obrigada pela visita e pelas palavras ♡

      Excluir
  4. Que delicadeza de post! Estou encantada com as suas aquarelas Mel, lindas demais. E com o seu bordado também ~ quero ver as golas peter pan quando você fizer, acho uma graça. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai muito obrigada pelo carinho, fiquei tão feliz em saber que você adorou tudo, de verdade...
      Se as golas derem certo, com certeza irei mostrá-las por aqui futuramente! E adorei saber que você também as acha graciosas, pois são o meu tipo de gola preferido :)

      Excluir
  5. Seu blog é um dos mais lindos que eu já vi! Que capricho.
    Parabéns por criar um lugar na internet tão cheio de magia e encanto. Suas fotografias e palavras são um deleite para os olhos e alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angélica, muito obrigada por ter tirado um tempinho para deixar palavras tão gentis como as suas, elas fizeram o meu dia! É muita bondade sua dizer isso, agradeço de coração ♡

      Excluir
  6. Oii Mel, acabei de conhecer seu blog! Que saudade que eu tava desse mundo ahaha o seu blog é tão fofo, tão delicado, as ilustrações!! <3
    sou louca pra mexer em aquarela, fico morrendo de medo ahahaha
    MEU DEUS, vc fazia arco e flecha, eu acho a coisa mais lindaaaa, deve ser dificil né?
    machuca os dedos?!

    E sobre as costuras, quero ver a evolução, quem sabe não sai uma saia hein? ahahhaha
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maíra, que alegria saber que você acabou de descobrir o twee e além disso, resolveu deixar esse comentário tão gentil, você deixou meu dia mais colorido. Muito obrigada pelo carinho, viu?
      Se você tem medo, só bastar ter um pingo de coragem! Aposto que você iria se encantar com a técnica de aquarela, é muito divertido pintar com água. rs
      AAAH que amor ler que você acha arco e flecha lindo! É realmente um esporte muito bonito, mas não, não é tão difícil, só precisa ter concentração e consistência!! A gente usa protetor nos três dedos para puxar a flecha, então não machuca não. haha

      Olha que coincidência, eu comprei um tecido tão lindo em um tom de caramelo que a minha primeira reação foi querer fazer uma saia com ele! Eu estou cheia de projetos de costura esse ano, se tudo der certo, vão sair chapéus, saia, blusa, avental e por aí vai..

      Um abraço enorme para ti! ♡

      Excluir
  7. Seu cantinho é tão encantador!
    Amei sua aquarela, Emilie Mover, seu bordado *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, muito obrigada! Eu faço o meu melhor para deixar o twee mágico e aconchegante com o que posso :)
      Ah fico tão feliz em saber que você amou! Mal posso esperar para compartilhar as minhas novas artes no próximo pot-pourri ♡
      Obrigada pela visita!

      Excluir

Deixe um comentário, eu irei adorar saber a sua opinião sobre o post!

* Não é preciso ter um blog ou uma conta para comentar não, viu?

♥ Clique na caixinha "Notifique-me" ali do canto caso queira saber qual foi minha resposta para o seu comentário.