O Lavandário e as abelhas



Como partilhei por aqui os meus registros e os momentos felizes que tive na primeira plantação de lavanda que eu visitei quando viajei para Cunha e falei um pouco sobre O Contemplário (clique aqui para ler, caso não tenha visto), decidi trazer junto das fotos e minhas palavras sobre o Lavandário, também algumas informações sobre as abelhas já que estes polinizadores deixaram os meus dias por lá ainda mais mágicos e já apareceram em várias fotografias nos posts daqui.

Para quem não sabe, Cunha possui duas plantações de lavandas em locais distintos: O Contemplário e O Lavandário. Ambos são de proprietários diferentes e estão abertos para visitação e como eu tive a sorte de visitar os dois locais, achei que seria legal falar delas separadamente por aqui, então no post de hoje falarei sobre O Lavandário. 



O Lavandário
No post que escrevi apresentando O Contemplário, disse o quão apaixonada eu fiquei pelo local e como eu fiquei feliz ao realizar o sonho de andar em um campo enorme de flores, entre outras coisinhas.  O Lavandário, por outro lado,  não me encantou da mesma forma. O local tinha uma vista muito linda, mas infelizmente me deixou um tanto decepcionada pelo fato de não podermos estar entre as lavandas, visto que haviam cercas de arame (no final da foto dá para ver um pedacinho) em volta delas. Haviam apenas caminhos estreitos, curtos e com arames nos separando das flores, enquanto o meu coração e o meu espírito de criança desejava caminhar entre elas.



Acabou que o passeio por lá terminou mais rápido do que eu gostaria e imaginava, pois depois que eu andei nas curtas trilhas que haviam e fotografei várias abelhinhas nas lavandas, refiz o caminho e tirei mais fotos, fui apreciar a linda vista e depois fui visitar a lojinha para irmos embora. 


Do mesmo jeito do Contemplário, o local também cultiva lavandas francesas e a plantação é rotativa, então também sempre haverá partes com lavandas floridas, não importando a época. Ao invés do Contemplário em que a entrada é gratuita, no Lavandário a entrada custa 10 reais por pessoa e o local também possui um pequeno café e uma lojinha com produtos artesanais feitos com lavanda, mas os preços do produtos eram um pouco acima dos que encontrados no Contemplário.

Acho que o que mais encanta os olhos de todos que passam por ali é a paisagem, que é realmente muito bonita,  já que o Lavandário se encontra no alto de uma região montonhosa. Por mais que não tenha sido o melhor local para ver e sentir as lavandas, creio que valhe a pena visitar para ver as abelhinhas trabalhando a todo o vapor e apreciar a vista, principalmente duranto o pôr-do-sol.



Depois de trazer tantas fotos de abelhinhas nas lavandas para cá, acho que essas são finalmente as últimas fotografias que tenho desses polinizadores perto das flores perfumadas, o que me deixa um tanto tristonha, já que vou sentir falta de ver o contraste do amarelo das abelhas com o lilás das lavandas e de cada abelhinha que tive a chance de conhecer, admirar e fotografar... 

Ah! Um aviso: essas fotos das abelhas não foram tiradas no Lavandário, apenas a de baixo que foi, as outras foram tiradas no Contemplário e por isso a plantação atrás é diferente. Acabou que as últimas fotografias que tenho das abelhas que estavam a vistar as lavandas no mesmo dia que eu eram as que eu encontrei na outra plantação. rs 


As abelhas são seres muito queridos para mim, mas nem sempre foi assim. Quando eu era pequenina eu tinha muito medo das abelhas, pois achava que pelo meu cabelo ser da cor de mel, elas iram acabar pousando em mim, ficando presas entre os fios e me picando. Com o tempo comecei a ficar mais curiosa diante desses seres e o medo foi ficando para trás. Hoje só tenho admiração e carinho pelas abelhinhas e amo quando vejo uma por perto! A mini eu nunca imaginaria que um dia eu seria tão amiga das abelhas assim...   


Por mais que esta foto tenha ficado desfocada e um pouco confusa, eu tenho um carinho especial por ela e por isso decidi incluí-la nesse post. Talvez seja o bumbum fofo da abelha e pelo fato da foto estar um pouco tremida, parece que ela estava dançando. haha 

Se você gostaria de observar as abelhinhas e ao mesmo tempo ajudá-las, é só plantar algumas flores para esses seres pequeninos. As abelhas amam margaridas, calêndulas, camomilas, dente-de-leão, cosmos, girassóis, lavandas, entre muitas outras...


As abelhas são polinizadores incríveis! Costumam visitar certa de 50 a 100 flores durante o voo de coleta, o que significa que elas podem visitar cerca de mais de mil flores por dia. Lembrando que são necessários visitar dois milhões de flores para produzir apenas 454g de mel, este sendo o principal alimento destes seres pequeninos (por isso uso melaço ao invés de mel quando é necessário uma quantidade significante desse tesouro). Elas trabalham em harmonia e estão sempre ocupadas com alguma tarefa dependendo da sua função: seja refrescar e cuidar da colmeia, ir à procura de pólen, néctar, substâncias para fazer própolis ou água, alimentar as futuras abelhinhas, e diversas outras atividades essenciais. 

 

Desta vez os posts sobre as plantações de lavandas chegaram ao fim! Mas agora tenho várias fotos de outras abelhas em flores de cerejeiras da nova viagem que fiz agora em julho para compartilhar por aqui, então o Twee ainda vai estar cheio desses seres tão pequeninos e importantes!



Muito obrigada a cada um que tirou um tempinho para comentar no post passado em que mostrei a adorável caixa que recebi de presente de aniversário da Ju. Eu li e sorri com cada comentário e já os respondi 

comentário(s) pelo facebook:

10 comentários

  1. Oi Mel! (:

    As fotos ficaram lindas, eu já havia lido a postagem sobre o Contemplário e fiquei apaixonada pelo lugar, adicionei na minha listinha de lugares para visitar um dia hahah, que pena que não foi como você esperava no Lavandário, mas de qualquer maneira você pôde aproveitar essa paisagem linda com montanhas a sua frente e deve ter sido muito gratificante!

    Já estou ansiosa para conferir a próxima postagem sobre sua viagem, cerejeiras são tãao lindas ♥♥
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia! Me sinto tão alegre ao ter suas visitas por aqui, obrigada!

      Ah fico tão feliz em saber que você se apaixonou pelo Contemplário através da minha postagem ao ponto de adicioná-lo a sua listinha preciosa! Espero que você tenha a chance de conhecer todos os locais que fazem parte da sua lista, chuchu :)
      Sim, sim! Ainda valeu muito a pena eu ter visitado o Lavandário. Além da vista linda, pude fotografar e apreciar várias outras abelhinhas por lá e isso me deixou feliz.

      E eu estou muito ansiosa para trazer os posts dessa viagem, Bia. Você nem imagina o quanto! E tem tantas fotografias de cerejeiras... hihi
      Abraços apertados ♡

      Excluir
  2. Mel!!!! dos cabelos cor de mel... :3 vc é muito fofa rs e corajosa de chegar tão pertinho das abelhas. Eu amo admirar elas, mas só nas suas fotografias mesmo, tenho pânico de qualquer inseto voando perto de mim...ás vezes qdo vou estender roupas no varal (tem algumas mamoneiras por perto e matinhos) sempre tem bichinhos que acabam vindo em mim (grilo, joaninha) da um desespero, fico meia hora conferindo se eles já saíram (meu Deus! ta no meu cabelo!).
    Fico imaginando você se aproximando beeem devagar, com passos de gato e prendendo a respiração, antes de cada clique. Acho incrível vc conseguir tirar essas fotos das abelhinhas, ficam lindas! Não deve ser fácil. Eu não consigo tirar foto dos meus cachorros que são uns cavalões, rs vc é incrível :D

    E uma pena o Lavandário ser todo cercado, só de olhar as imagens já da vontade de sair correndo em meio as flores, imagino estando lá, e não poder rs triste. Mas só de admirar ao vivo já deve ser mágico. Gostaria de visitar, quem sabe um dia ^^

    Adorei as fotos! E já estou ansiosa pra ver seu post das férias de julho, amo cerejeiras S2 Aqui na cidade onde moro há uns 3 anos (Piedade-SP) tem uma avenida inteira cheia de cerejeiras, uma do ladinho da outra, é lindo qdo elas estão todas cor de rosa, fiquei toda boba qdo vi...eu sempre quis ver uma de pertinho e qdo conheci a cidade e as vi, nem acreditei rsrs me senti ganhando um presente *-*

    Tenho certeza que suas fotos das cerejeiras ficaram maravilhosas! E ainda tem bônus de mais abelhinhas...Até o próximo post, bjos Mel!!!

    P.S: Mania de escrever esses comentários gigantes, que vergonha...tento me conter e resumir, mas sempre acabo me empolgando XD rs xau xau o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Dri... fico tão feliz de você poder admirar as abelhinhas através das minhas fotografias! Uma pena você ter esse medo, chuchu, sei que são do tipo que nós não controlamos, só sentimos... :(
      Mas não foi de uma hora para outra que estive mais confortável de estar perto de abelhas. Não sinto-me incomodada quando elas estão entretidas em alguma flor, assim até consigo apreciar o barulhinho das asas batendo e consigo chegar bem de perto, mas se estou andando ou parada e de surpresa vejo um inseto (que não seja borboleta, no caso) voando bem pertinho de mim, vou ficar incomodada até me acostumar com a presença. rs
      Ai eu sou apaixonada por joaninhas! Infelizmente desde que me mudei para cá nunca mais tive a sorte de encontrar uma... Aw eu espero muito que você se sinta, aos poucos, cada vez mais confortável com a presença de certos insetos! Eu tenho duas amigas que eram ficavam apavoradas ao ver borboleta voando perto, mas depois de eu tanto falar com carinho sobre as borboletas e o porquê de não ter medo, elas já perderam o medo de antes!:)

      Aww amei como você me imaginou fotografando as abelhinhas! Me fez até rir. hihi
      Eu não cheguei a dar passos calmos não, pois as abelhas que fotografei em Cunha não pareciam ser nem um pouco tímidas e não ficaram incomodadas com minha presença desde o primeiro dia que estive na cidade. Ah! mas não prendo a respiração não! haha Posso ficar mais quietinha por estar concentrada, mas também gosto de conversar com as abelhas e às vezes rio ao ver uma cena fofa de uma abelha dentro de uma flor com o bumbum para fora, por exemplo ♡

      Espero que você possa visitar uma plantação de lavanda um dia, Dri! É tão lindo, especialmente quando podemos correr entre essas florzinhas... E fico muito, muito, muito feliz em saber que você gostou das minhas singelas fotografias dessa viagem. Também estou muito animada para escrever os posts dessas férias!
      Oh! Deve ser a coisa mais linda essa avenida na época em que as cerejeiras estão floridas, imagino o quanto as abelhinhas devam ficar feliz com todas essas flores cheias de pólen. É um presente para elas e para os nossos olhinhos, tão bom apreciar a beleza das cerejeiras...

      Agradeço de coração por este comentário tão gostoso de ler, Dri! Sinto como se estivesse tomando um chá da tarde com você. Eu amo ler suas palavras e saiba que eu amo muito comentários grandes como o seu! hihi

      Abraços apertados, flor do campo! ♡

      Excluir
  3. Bonjour, miss Mel. Estou um pouco sumida por conta da correria da faculdade, mas sempre que consigo um tempinho livre, venho visitar seu jardim para saber se há alguma novidade. Qual não foi minha surpresa quando hoje, no meio de tantas coisas, descobri esse post lindo sobre as lavandas de Cunha! Fiquei tão contente, mesmo que esse seja o último da série sobre sua viagem dos sonhos.
    Novamente, parabéns pelas fotografias belas. Sinto-me em paz sempre que vejo o mundo por suas lentes, querida.
    Beijos açucarados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coucou, Bru!
      Ah, espero que a faculdade esteja lhe trazendo muita alegria e satisfação, chuchu. E fico tão feliz em saber que você ainda visita o meu querido twee, apesar de toda a correria, isso significa muito para mim ♡
      Você é sempre tão carinhosa, muito obrigada por suas palavras lindinhas, elas trouxeram cor para o meu dia :)

      Abraços floridos para ti!!

      Excluir
  4. Mel, oi! As fotos, como sempre, estão lindas. Parecem ter sido tiradas num lugar mágico e leve. Tenho muita vontade de conhecer e aproveitar para estar em contato com a natureza. Me lembrou um pouco os cenários da série Anne with an "e", tanto que eu fiquei com vontade de correr entre as flores e plantas (mas eu não faria isso para não machucá-las).
    Faz tempo que não venho por aqui. Ando um pouco cansada por conta da faculdade, mas sigo firme e forte e, apesar de tudo, bem feliz e aproveitando os momentos que tenho para relaxar, ler, olhar o céu e as flores.
    Quero muitos mais posts seus com fotos fofas :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu!! Como é bom te ver por aqui :)
      Aww muita gentileza sua dizer isso, obrigada! Meu maior desejo é pode morar em um lugarzinho aconchegante ao redor de muita natureza, com campos de flores silvestres e florestas...
      Eu não assisti Anne with an E, mas imagino que os cenários dessa série sejam tão encantadores quanto os da de 1985! E correr entre um campo de flores deve ser uma das melhores sensações do mundo ♡
      Oh chuchu, espero que a faculdade esteja lhe proporcionando alegria e satisfação, por mais cansativa que deva ser. Espero que você possa sempre aproveitar ao máximo seus tempinhos livres e que consiga descansar sempre ♡

      Ah vou me esforçar para continuar trazendo mais postagens recheadas com fotografias!
      Muito obrigada pelo carinho, Lu!

      Excluir
  5. Mel suas fotos estão cada dia mais lindas! Eu adorei essas das abelhinhas nas flores.

    Essas abelhas são trabalhadoras hein. Não sei quem trabalha mais, as abelhas ou as formigas rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh meu bem, que coisa mais fofa de se dizer! Muito obrigada, fiquei toda feliz por você achar isso. ♡
      As abelhas nas lavandas eram adoráveis, acho que eu poderia ter as admirado por horas...
      Uma dos minhas frases preferidas que exprime isso é "busy as a bee" hihi

      Excluir

Deixe um comentário, eu irei adorar saber a sua opinião sobre o post!

* Não é preciso ter um blog para comentar não, viu?

♥ Clique na caixinha "Notifique-me" ali do canto caso queira saber qual foi minha resposta para o seu comentário.