O Guarda-roupa: um floco de neve no inverno


Depois de tanto tempo sem trazer um post para esta categoria querida do blog, parece até que não gosto de partilhar pedaços do meu guarda-roupa por aqui, o que está longe de ser verdade. O que acontece é que tudo continua basicamente o mesmo desde 2014, sem muitas mudanças e sem as minhas sonhadas roupas com tecidos de algodão com poá, estampas florais e de animais, renda plumeti, gola peter pan e minhas cores preferidas, mas estou mudando isso aos poucos...

Porém, como eu acabei querendo ter algumas fotografias minhas em um dia de inverno numa cidade na qual meus pés nunca andaram antes, para guardar de lembrança e também para perder um pouco da vergonha de ficar na frente da câmera, eu decidi compilar tudo em um post e cá estou com muitas palavras, algumas historinhas e várias fotografias. Então sintam-se livres para entrarem no Guarda-roupa e tomem cuidado com a feiticeira branca!

um buquê de dentes-de-leões para todos os pedidos do seu coração

As fotografias foram tiradas no jardim botânico de Curitiba, no primeiro dia em que fomos lá na nossa viagem de julho no ano passado (vai ter post futuramente sobre lá!) Fomos em julho durante o inverno e apesar no que diz no título, não nevou no dia, pois o floco  neve que estou me referindo não é um tesourinho gelado desta estação, pois estes ainda não tive a chance de apreciar... mas sonho em poder um dia! Imagino como deva ser contemplar um jardim ou uma floresta branquinha, flocos caindo como se fosse pingos de chuva aveludados, ah! 

Na verdade, o floco de neve a qual me refiro no título sou eu, pois quando fui juntar as fotos para fazer o post, percebi que eu estava toda de branco e lembrei de como minha mãe às vezes me chama de floco de neve para se referir à minha pele branquinha e dizer o quanto sou delicada aos olhos dela. Eu já amava flocos de neve antes, porém depois que ela começou a me chamar assim, eles acabaram ganhando um espaço ainda maior no meu coração graças a minha mamãe fofa me deu de presente um significado a mais para estes floquinhos.





Mas para alguém que ama muito as cores, estava tudo branquinho demais para mim! Queria ter conseguido trazer um pouco de cor ao usar um casaquinho verde menta ou uma meia calça estampadas, porém não achei nada do tipo.  Roupas de outono e inverno são inexistentes no meu guarda-roupa, visto que quando nos mudamos do Rio, nós não trouxemos nenhuma das nossas roupas de frio conosco já que não teríamos essas duas estações amadas aqui. Acabou que nem sei qual foi a última vez que usei um casaquinho pra sair de casa, pois até quando está chovendo o dia inteiro  por aqui, ainda não está friozinho...


Então quando soube que íamos viajar, procurei por vários brechós em Curitiba para tentar encontrar algumas peças de roupas quentinhas como  um suéter ou cardigã de lã ou algodão fofinho e para minha felicidade, a cidade é tão cheia de brechós que minha lista com nomes e endereços ficou enorme! Infelizmente depois de ir em mais de 17 brechós eu não encontrei nada que fosse do meu agrado, mas ir em brechós é assim, uma constante caça ao tesouro, pois em algum momento e dia aleatório você pode encontrar algo e se apaixonar.







Falando em encontrar um tesouro em algum momento aleatório, este passarinho fofo (será que é um Rufous Hornero?) apareceu na grama do lado onde eu estava e foi uma surpresa tão agradável! Fiquei tão contente ao vê-lo e ainda consegui fotografá-lo de pertinho  




 



Mesmo estando tudo branquinho demais para o meu gosto, consegui trazer um pouco de cor com a minha amada e antiguinha scarf bege que possui esses cervos (ou será que são caxines?) bebês usando um cachecol menta. A estampa perfeita para uma echarpe e essa é uma das minhas preferidas!  Só quando viajo que posso usá-la, mas até no guarda-roupa ela fica uma gracinha.












Por baixo da scarf de cervos estava escondido um broche de madeira com uma nuvem e suas gotinhas de chuva que foi presentinho da Ju, da lolly in the sky junto com outros dois colares que mostrei mais de pertinho nessa postagem aqui. Eu amo esse broche, adoro o fato dele ser de madeira e todo redondinho, e ter a nuvem e cada gotinha esculpida nesse espaço tão pequenino!




Apesar de eu não estar usando nenhum casaquinho nas fotos para me aquecer  pois eu tirei o casaco do meu irmão que eu tinha pego emprestado  estava  um frio tão bom! Nesse dia eu anotei que fizeram 9 graus e eu fiquei tão, mas tão feliz por estar podendo sentir e apreciar um pouquinho do inverno. O dia estava nublado (e estou escrevendo esse post em um chuvoso, está um sonho!), mas pela manhã haviam alguns raios de sol sorrindo por trás das nuvens, já durante à tarde o sol já não estava mais visível, pois as  nuvens quiseram enchê-lo de abraços e acabaram o cobrindo por inteiro. 

Meu coração se enche de felicidade e gratidão quando viajamos em julho para os lugares frios do Brasil, pois amo o inverno tanto que nem cabe em mim todo esse amor. Sinto muita falta dessa estação tão querida e amada por mim, amo sentir o frio e pôr várias camadas de roupas para ficar tentar quentinha, amo quando há raios de sol para nos aquecer um pouquinho e  sinto falta de querer tomar chocolate quente para me aquecer ou uma sopinha, de sair na rua e pensar "nossa tava tão quentinho em casa", de ir na janela para ver o quão agasalhado todos estão lá fora e brincar de adivinhar quantos graus está fazendo, de me agasalhar e correr e ficar pulando para me aquecer...


les petits détails




Já escrevi várias vezes aqui no twee o quanto amo tranças e também já apareci por aqui de trancinhas algumas vezes e por mais que eu não faça tranças muito elaboradas (ainda tenho que aprender!), gosto da simplicidade também. Nesse dia eu separei uma pequena mecha no cabelo e trancei antes de sair de casa, não ficou perfeitinha mas gosto do bagunçado também, pois meu cabelo sempre vai ser um ninho de passarinho (quem sabe um dia algum venha a pousar em mim?

Além do broche de madeira e da scarf com estampa de cervos, trouxe mais um pouquinho de marrom com a minha bolsa preferida! A tenho desde 2015 e a carrego para todo o lugar desde então, pois amo todos os detalhes dela e a cor marrom caramelo que sempre combina com tudo. Digo que ela é a minha preferida, mas ela sempre foi a única bolsa/mochila no meu guarda-roupa, até que no início do ano passado eu comprei uma bolsa maiorzinha e com divisórias para carregar a câmera nova junto com as lentes, ainda tenho que mostrá-la por aqui! 




E por último, um detalhe pequenino mas tão precioso quanto! No meu pulso eu estava a usar essa chave com pingente de bolota de carvalho e fita de renda de algodão que ganhei no ano passado da Ju, da lolly in the sky, junto com outras lindezas em uma caixinha cheia de fofuras que eu mostrei nesse post aqui: Sr. Carteiro presentinhos da floresta. Eu amo muito essa chave e o fato dela ter um pingente com presentes do outono (as bolotas de carvalho) e a fita. Por mais que não seja de fato uma pulseira, amo usá-la como tal, pois sinto a todo instante que estou perto de encontrar uma porta escondida que dê para um lugar encantado. rs



Essa florzinha amarelinha já deve ter virado um lindo pompom (sim, é um dente-de-leão!) e suas sementes já devem ter dançado com o vento desde então...  Eu fiquei tão contente em ter encontrado esse lindo dente-de-leão florido, aliás, essa viagem inteira foi um sonho cheio de pompons para mim e eu tenho muitas fotos e histórias sobre esses tesouros para contar por aqui.  

O sapatinho que eu estava usando nas fotos é o cool vegano da Tutu na cor antique que  apareceu pela primeira vez no twee no "Sr. Carteiro: artes que encantam" quando  recebi a caixinha em 2016. Foi a única coisa que eu estava a usar nesse dia que não era branco e nem um tom de marrom! Junto com ele eu estava com minha meia branquinha com renda e uma meia calça bem grossa que eu comprei em curitiba mesmo. 


C'est tout! 

Este foi o primeiro guarda-roupa desse ano, espero que vocês tenham gostado da postagem!


Eu não tenho o costume de comprar roupas, pois é muito difícil encontrar peças que sejam do meu gosto e que me agradem, então acabam só me restando os brechós que visito apenas quando viajo que às vezes dou sorte, o enjoei que é um site de brechó online e minha amada máquina de costura que ganhei no meado do ano passado (falei sobre ela no post anterior) junto com minhas pastas de ideias e projetos. A propósito, um dos meus desejos para esse ano é começar a preencher os vazios do meu querido guarda-roupa com peças feitas por mim, mas isso vai demorar um pouquinho pois tenho que comprar tecido primeiro e tecido custa dinheiro... Mas até lá, vou continuar atualizando esta categoria, pois não quero deixar a poeira acumular novamente no meu guarda-roupa :)




Decidi que não iria começar  falando do meu sumiço repentino por aqui (mas agora que estamos no fim posso dizer algumas palavrinhas), pois não quero que vire costume eu aparecer com um post novo, dizendo o quanto estou feliz por estar de volta e como não pretendo desaparecer tão cedo e *boom*, acaba acontecendo tudo de novo...

A verdade é que por mais que eu me organize muito e ame escrever posts para o twee, eles levam muito tempo até ficarem prontos: em média levo de três a cinco dias para terminar uma única postagem. Além disso, meu notebook é bem lento, então cada mudança que eu faço demora para carregar. Às vezes acabo me ocupando e me dedicando à outras tarefas e quando vejo, já estou há dois meses sem aparecer por aqui. Mas agora que estamos em um ano novo, quero começar tentando atualizar melhor esse cantinho, já fiz listas de posts para cada categoria no twee e já estou com vários em rascunhos. Por favor, não desistam de mim pois acho que estou prestes a encontrar a fórmula secreta para eu conseguir manter o twee florido o ano inteiro     



Muito obrigada por terem lido até aqui! 

Os comentários passados me deixaram tão contente, obrigada por cada um deles, de verdade...

comentário(s) pelo facebook:

14 comentários

  1. Lindo post, miss Mel! Você realmente parece um floquinho de neve personificado, sua mãe tem razão. Curitiba está na minha lista de lugares a visitar, fico encantada com suas lojas e sua temperatura, além de saber que lá tem muitos sebos também!
    E, por favor, não se incomode por não postar tanto no Twee. Ele é especial do jeitinho que é, e seu cuidado e amor fazem isso. Mesmo assim, obrigada por retornar. Estava com saudades tuas, raio de luz.
    Beijos açucarados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é sempre tão fofa, Bru. Seus elogios colorem os meu dias. Obrigada ❀
      Espero que você consiga visitar Curitiba em breve, chuchu! E sim, há muitos sebos por lá, eu fiquei encantada. Infelizmente só consegui entrar em três e fiquei sendo apressada pelos meus pais, então não consegui ver nada direito, mas tinha cada edição antiga linda que faziam meus olhos brilhar!

      Awn! Muito obrigada pelo carinho, Bru. Suas palavras de apoio e incentivo significam tanto para mim...
      Vou me esforçar para aparecer por aqui com mais frequência, mas me alegra saber que mesmo não postando tanto, você continua semeando suas palavrinhas para mim ♡

      Abraços apertados! xoxo

      Excluir
  2. Oi! Quando eu tinha a tua idade, não gostava do frio e tínhamos invernos bem mais frios do que hoje em dia, as estações eram bem definidas, o que não acontece mais. O inverno não é mais tão frio, tem picos de dias mais geladinhos mas, no geral, se confundem com o outono e a primavera. Já o verão, tá cada vez mais quente e insuportável! Ou será que está assim pq eu não gosto de calor? Seja o que for, assim como tu, adoro sentir o aconchego do frio, pular para se esquentar antes de entrar no chuveiro, mentalizando que o frio é psicológico! :)
    Minha sobrinha passou no vestibular e vai morar em Curitiba.
    Adoro teus posts! Não nos deixe não!
    Bjinhos, não geladinhos como gostaria, mas são do sul!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tiane! Eu não imaginaria que na minha idade você não gostava do frio assim. haha
      É uma pena que as estações não serem mais tão bem definidas como antes e saber que o calor, mesmo aí, está cada vez mais expressivo no verão. Por aqui, quando há dias nublados e com chuva, eu fico tão feliz como se estivesse nevando!
      Que alegria saber que a sua sobrinha passou no vestibular e irá ter uma nova aventura pela frente em outro estado. Espero que essa nova etapa para ela seja cheia de momentos bons e felizes :)

      Poxa, muito obrigada! Fiquei tão contente em saber que você gosta dos meus posts tão singelos...
      Não se preocupe que não irei deixar não, vou continuar aparecendo por aqui ♡

      Obrigada por deixar suas palavras por aqui (e pelos beijinhos não tão geladinhos, mas que são do sul. haha)
      Abraços apertados para ti!

      Excluir
  3. Sempre fico feliz quando abro o Twee e vejo a borboleta voando [e tomarei cuidado com a feiticeira branca, hehe]
    Fico feliz por conhecer esse cantinho da internet, tão poético e cheio de detalhes que poderiam passar despercebidos. Como os dentes de leão <3

    Morar na cidade tem essa vantagem. Os passarinhos maiores se acostumaram com as pessoas e algumas espécies não fogem com tanta frequência. Que sorte você teve ao fazer esse registro! Eu não sei que espécie é essa [parece um sabiá, né] mas também já pude me aproximar de dois passarinhos dessa família, pena que a minha câmera não estava na minha bolsa nesse dia.
    Quando o inverno chegar em São Paulo lembrarei de você, e mandarei um pouco da energia dele para aquecer seu coração.

    Torço muito para te ver por aqui. O Twee me passa uma sensação de aconchego muito boa, a mesma que eu tinha quando a fada Bela ia para o mundo mágico na novelinha Caça-Talentos. Vou deixar o link de um videozinho para que você possa conhecer um pouco: https://www.youtube.com/watch?v=9mTpaDxX-kM

    Amei poder passear por Curitiba junto com você, e quem sabe não estarei lá em breve.
    Muitos beijinhos e abraços, e não desiste desse seu cantinho, que ilumina a vida de muita gente

    =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Anne! Eu fiquei tão feliz em ler isso... suas palavrinhas lindas fizeram brotar um grande sorriso no meu rosto, obrigada por isso! Eu sou muito grata por ter alguém tão fofa e gentil visitando o meu cantinho.
      Verdade, eu amo pode me aproximar deles sem eles se importarem com a minha presença. E esse pequenino realmente lembra a um sabiá! Eu me sinto tão sortuda quando estou com o celular por perto ou com a câmera para fazer os registros. Confesso que amaria muito poderia tirar fotos com os meus olhos, assim eu não iria ficar triste quando não estou com a câmera por perto e acabo encontrando algum cogumelo, borboleta ou passarinho no meu caminho. haha
      Ai que fofo da sua parte! Amo ser lembrada com a chegada das estações queridas por mim. Tenho uma amiga que sempre me manda foto quando neva e quando as folhas estão enfeitando os chãos das ruas no outono, eu fico tão contente :)

      Amei tanto saber que o twee te traz uma sensação tão adorável como a que você sentia quando assistia a fada Bela, eu queria tanto ter pego a época dessa novelinha! Aposto que teria amado, pois já assisti alguns clips no youtube e me diverti bastante. hihi
      Awn! Eu nem sei como lhe agradecer por todo o carinho e apoio, Anne. Queria poder te dar um abraço ou te dar uma plantinha como forma de agradecimento... Muito obrigada, de verdade, por cada palavra! Significa tanto para mim, queria podê-las guardar em um potinho ♡ Não vou sumir do twee, nem se preocupe.

      Um abraço de urso para você! xoxo

      Excluir
  4. Que linda a composição, adorei seu penteado. Sempre que vejo alguém com um penteado bonitinho eu falo pra mim mesma que vou começar a tentar mais coisas com meu cabelo, mas no final ele acaba sempre solto mesmo, hahah
    Assim como você, eu também não tenho o hábito de comprar muitas roupas e uma meta minha também é começar a fazer minhas próprias roupas. Eu acho que deve ser tão libertador poder fazer a peça que quiser, do jeito que quiser.É claro que deve ser um pouco difícil, mas pretendo tentar :))
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, muito obrigada! Eu sou do mesmo jeito, mas no meu caso o meu cabelo sempre fica preso de qualquer jeito mesmo (por conta do calor) ou com trança simples, nada mais elaborado do que isso. haha
      Fico tão alegre em saber que compartilhamos a mesma meta!! Espero que nós duas venhamos a conseguir realizá-la. Eu tenho certeza que com um pouco de esforço a gente chega lá. hihi

      Obrigada pelo comentário fofo ♡

      Excluir
  5. Oh, Mel, finalmente consegui vir aqui deixar um comentário no seu post. Entendo bem quando você diz que demora pra postar. No meu caso, o que dá mais trabalho são as fotos hehe. Mas espero vê-la mais por aqui, pois amo suas fotos e seu jeitinho lindo de escrever e ver o mundo.
    Você parece uma fadinha nessas fotos. Me lembrei da Periwinkle, a irmã da TinkerBeel/fada da neve. Sua roupa está uma graça. Mal vejo a hora de o frio voltar para que eu possa usar meia-calça com vestido e lenço novamente. Minhas amigas perguntam como eu consigo usar apenas meia-calça, mas as que eu compro (geralmente são pretas hehe) são aquelas com frio grosso, então não passo frio e me sinto muito bem, pois não gosto tanto de calça.
    Enfim, se eu for comentar cada detalhezinho do post meu comentário vai ficar gigantes, então deixo aqui meus mais sinceros parabéns por esse trabalho tão lindo e único!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, Lu! Suas visitas sempre me alegram, elas são tão especiais... E eu que ainda não deixei nenhum comentário nos seus vídeos?! Tenho que providenciar isso, pois você precisa saber o quão adoráveis os seus vídeos são :) Tenha a certeza de que o seu trabalho vale muito a pena no final, seus posts são sempre tão completinhos e as fotos deixam-os lindos!

      Eu não demoro tanto para fotografar, acho que só umas 3 horas, mas para selecionar as fotos e depois escrever os parágrafos e ver em cada lugar onde vai cada foto... ah, essa é parte em que eu levo dias. rs
      Me fala, como não sorrir lendo isso? Ain Lu, queria tanto, tanto, tanto te dar um abraço! Meu sonho é tomar uma xícara de chá com você e ficar conversando a tarde inteira. hihi

      Eu amei muito saber que você lembrou da Periwinkle quando viu essas fotos, aww! Não vou esquecer desta comparação tão amável, fiquei até com vontade de re-assistir o filme. Eu acho as roupinhas que todos os personagens usam nesse um encanto...
      Espero que o frio logo logo apareça por aí! Também não gosto muito de usar calça (a não ser aquelas de jardineiras), na verdade eu não tenho nenhuma em meu guarda-roupa, então no frio só uso essas meia calças bem grossas, é tão confortável e quentinho. E as pretas são ótimas para não sujar, essa branca ficou cheia de folhas e terra quando eu sentei no chão haha

      Sua fofa! Muitoo obrigada pelo carinho, apoio e por essas suas palavras tão amáveis...
      Seu comentário deixou o meu coração quentinho, Lu ♡

      Excluir
  6. Minha querida Mel, você continua sendo meu floquinho de neve. Espero que um dia quando você estiver numa cidade com muita neve não seja confundida com a paisagem. Te amo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aww mamãe! Obrigada por este apelido tão querido que você me deu de presente sem perceber.
      Te amo muito ♥

      Excluir

Deixe um comentário, eu irei adorar saber a sua opinião sobre o post!

* Não é preciso ter um blog para comentar não, viu?

♥ Clique na caixinha "Notifique-me" ali do canto caso queira saber qual foi minha resposta para o seu comentário.